quinta-feira, 18 de abril de 2013

# 29



tanto vale que nos amemos em bogotá ou letícia, na península extrema ou no pico rutilante da noite, estejamos dentro de um gavetão ou no centro de uma canoa, à deriva na rosa dos ventos ou ao lado do milagre aquoso das orquídeas. tudo se resume ao instante demorado do amor, a música pura onde a paz se acende, sem o acidente da tristeza, nem a poluição das feridas.

Sem comentários:

Enviar um comentário