sexta-feira, 5 de abril de 2013

# 17



trouxe-te para dentro de casa, que é como quem diz, o meu coração desabitado e juntei-te aos livros que me ensinaram a rezar às flores, como catavento reformado a quem se pede que fique quieto.

Sem comentários:

Enviar um comentário