sábado, 23 de março de 2013

# 4



decidi que não podia ficar à espera
da primavera

como as tulipas debaixo dos cobertores
e das ervas daninhas

às vezes podemos abrir a porta
pegar nas nossas pernas
e ir acordar mais à frente

onde somos os primeiros
a perceber

se o dia será feliz
e se valeu a pena guardar
no bolso do coração

o teu nome





Sem comentários:

Enviar um comentário