sábado, 5 de janeiro de 2013

ensaio sobre a teoria do amor*



o caminho do amor é difícil. experimenta levantar a tua casa, carregada com uma vida de livros por ler, pesados por terem as asas fechadas. experimenta levá-la às costas enquanto sobes a memória de um rosto feliz, degrau a degrau, com a confusão de teres o coração a falar tão alto que nem ouves os teus passos, com o abismo do silêncio, quando tens de esperar tanto tempo que esqueces a razão por que tens um peso tão grande sobre ti, enterrando-te, aos poucos, como uma figueira que vai descendendo, apagando-se, quando já deu de beber a todos os pássaros do mundo. o caminho do amor é difícil. é o único verso que importa, se a tua teoria assenta na equação invariável de perderes, todas as horas, um pormenor daquilo que foi o dia mais feliz da tua vida: havia uma noite que apressava, um beijo que continha, uma promessa que ardia.



*durou os 8'54'' da versão ao vivo do tema Exit, por Brad Mehldau Trio (The Art of the Trio Volume 3).


Sem comentários:

Enviar um comentário