quinta-feira, 1 de novembro de 2012



a casa cresceu
quando todos foram
embora

ficaram os livros
o trampolim do
coração

a janela suspeitando
da hora

os relógios parados
como uma perpétua
oração







Sem comentários:

Enviar um comentário