quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

coisas pequenas



a minha vida faz-se de coisas
pequenas

um pequeno almoço perfeito
três páginas de um livro de poesia
uma nuvem distante na sua chuva fabulosa

um silêncio breve à espera de uma ideia
a música que nesse entretanto foi buscar outra idade
e a desatenção mínima com que reparo
em tudo

a minha vida faz-se de coisas
pequenas

mas pesam-me os ombros de tantos detalhes
e tantas pérolas e tantas coisas pequenas
que me arrasto no chão

como quando uma cotovia
tem de levar com a sua árvore às costas




1 comentário:

  1. Amigo,

    Volta e meia passo por aqui para te ler. E que bom que é tomar café com esta janela aberta para o Atlântico!

    Grande abraço!

    ResponderEliminar