sexta-feira, 27 de maio de 2011

O CÍRCULO PERFEITO



Dir-te-ia que já não tenho que viver mais. Posso morrer daqui para diante todos os dias que já tive o meu dia perfeito. O beijo nem sequer foi o primeiro, não tinha que ser. Mas tu eras a primeira e a última, a única. Como um círculo que fecha ao mundo todos os outros seres, todas as outras animações. A essência perfumada a que muitos chamam coração, alma, rosa ou poema.


Sem comentários:

Enviar um comentário